domingo, 29 de março de 2009

Se Deus fosse brasileiro






Se Deus, realmente, fosse brasileiro,
Imagino a esculhambação do paraíso,
São Pedro mensaleiro na porta querendo dinheiro
Para permitir que a alma tenha acesso,
Os demais santos organizados, como se fosse o congresso.
Poucos bem intencionados, vários escondendo pecados.
E o tráfico de influência (!?), cada oração de devoto
Contabilizada como um voto...
O santo mais entoado teria poder dobrado!
Teria muita negociata: - Reza mais para mim..
Quando morreres te arrumo um cargo no céu
Ou, quem sabe, já emprego um falecido parente?
O importante é que todos orem (votem) prá gente...
E um pedido de milagre, por mais que merecido,
Teria tamanha burocracia na sua tramitação
Que quando fosse aprovado o beneficiário já estaria na fila da reencarnação...
E os impostos??? Isso nem dá pra pensar...
As almas mais miseráveis muitas taxas iriam pagar...
Enquanto as mais espertas tratariam de sonegar...
Teria o IPVA da nuvem, o ICMS da aureola
COFINS incidiria nas arpas, IR atravessado na goela...
E se um Santo resolvesse falar sobre esta sujeira...
Deus diria: -Não sei, não vi, quem disse que sou onipresente?
E daria alguma bolsa para as almas ficarem quietas e contentes...
Ah, se Deus fosse brasileiro, melhor seria viver no inferno! (Ainda bem que não é).

quarta-feira, 25 de março de 2009

Um novo mundo





Um novo mundo te espera
A cada dia renovado...
Como um rebrotar de primavera
Esperando para ser explorado
Um mundo totalmente diverso,
À tua frente, acessível
Como uma história em prosa e verso
Não parece incrível?

Mas espera – dirás tu – que mundo é esse?
Onde ele está, pois nunca o vi...

Não é fantasia, eu não mentiria pra ti...
Esse mundo novo acontece todo o dia
Novo em cada raiar de sol
Nele tu és o senhor da alegria
O maestro do rouxinol
Basta querer... querer profundamente
E assim será o mundo, a cada dia diferente!!!

terça-feira, 24 de março de 2009

Meu legado






Não importa quem ou o que você foi na vida
No final restam somente suas atitudes...
Pode ter tido uma existência desregrada ou cheia de virtudes,
Mas será lembrado por seus atos, certos ou errados.
A história humana é recheada de heróis e vilões,
Em lendas, livros ou em contos populares,
Que narram ou fantasiam vidas para mostrar suas ações...
Por isso algumas personagens são erguidas em altares
Pois são suas realizações que as tornam vivas em lembranças.
Decisão e ação são os ingredientes
Que devem estar presentes
Na receita de toda a vida, fazendo que não seja esquecida...
Que ao envelhecer possa olhar para o passado
E perceber, mesmo que estivesse enganado,
Que decidi, que agi, que não fiquei ali parado...
Que assim contribuí, para o mal ou para o bem,
E que foi este o meu legado!

segunda-feira, 16 de março de 2009

Lua dos Poetas

A lua da janela da minha casa em 13 de março de 09




Lua, astro dos poetas,
Com seu brilho inspirador,
Reflete na minhalma
Versos em resplendor...

Lua, amiga das estrelas,
Projetada nos lagos,
Ornamento celestial,
Enfeitando estes pagos...

Lua, cheia ou nova,
Crescente ou minguante,
A companhia ideal
Para as noites dos amantes...

Lua, tão longe no céu,
Tão distante e tão presente
Como os que se foram
No coração da gente...

quarta-feira, 11 de março de 2009

Sonho!

(eu e Maitê em Maceió).



Sonho com um lugar distante,
Um sonho apaixonante,
Onde estamos apenas eu e você,
Dois jovens amantes...
Um lugar sem igual,
Longe do bem e do mal,
Só você e eu
Em um eterno carnaval...
Vivendo nossas fantasias,
Dividindo dúvidas e alegrias,
Só nos dois,
Juntos, todos os dias...
Pena que amanheceu
E na janela o sol bateu
Era um sonho...
Um sonho meu e teu.

segunda-feira, 9 de março de 2009

Mais um prêmio literário...

Acabo de saber que classifiquei em 13 lugar no Edições AG - XXVII Concurso Internacional Literário com os textos "Entrevista" e "Dois=Um". A notícia pode ser conferida no link: http://www.giraldo.org/27_classif.htm

quinta-feira, 5 de março de 2009

domingo, 1 de março de 2009

Bolicho do Mozo

video

DVD




Está em fase final o DVD do acordeonista Jairo Silva, que conta com duas músicas de minha autoria e também dois poemas, nos quais faço as declamações! Aguardem!